brazino777 - Ford Transit Automática chega ao Brasil por R$ 274 mil

0

Modelo é o primeiro do Brasil com esse tipo de câmbio. Transit Automática é disponível nas carrocerias Furgão e Van com motor 2.0 turbodiesel de 165 cv

Thiago Ventura

São Paulo (SP) – Imagine, durante todo o dia de trabalho, você repetir um mesmo movimento de perna e braço 3.200 vezes. Fora o esforço e cansaço, as chances de algum problema físico ao longo do tempo é bem grande. De olho nesse conforto a mais, que pode sair bem mais barato, inclusive economicamente, no longo prazo, que a Ford lança no Brasil a nova Transit Automática.

Trata-se da primeira van e furgão equipados com esse tipo de transmissão em nosso mercado. No segmento de passeio, o automático já está precendo sobre o manual, em vários produtos, coisa que não acontece entre os comerciais. Mas a marca do oval azul vê nesse espaço um gap para vender sua nova linha de produtos. O produto tem preços entre R$ 274 mil e R$ 368 mil, de acordo com a versão o carroceria. E no segundo semestre, ainda chegará na opção chassi-cabine.

Câmbio Automático de 10 marchas é a novidade da Ford Transit
Câmbio Automático de 10 marchas é a novidade da Ford Transit

A Ford Transit Automática possui o mesmo motor e lista de equipamentos da correspondente versão manual. E antes que algum amigo do volante ou empresário vá questionar, a configurações manuais seguirão em oferta. Mas pelo que ficou evidenciado, a vontade da Ford é quex, num longo prazo, venda somente as versões automáticas, como já acontece nos EUA e em outros mercados.

O grande destaque é a transmissão automática de 10 marchas com conversor de torque. O equipamento é produzido nos Estados Unidos e já equipa outros produtos da linha F-Series. A caixa, podemos dizer, é até uma prima distante da transmissão já conhecida do Mustang, por exemplo.

Confira estes conteúdos que estão bombando:
DPVAT 2023: seguro obrigatório não será cobrado
Porsche 918 Spyder tem o IPVA 2023 mais caro do Brasil
BOATO: mensagem no WhatsApp engana sobre Taxa de Licenciamento

O conforto para o motorista é inegável. Estudos da Ford mostram que num uso comum, a embreagem é acionada 400 vezes por hora. Ao final de um ano, são 752 mil vezes! Porém, o que a marca vai tentar explicar ao mercado é que isso é bom também na ponta do lápis. Por não requerer a troca do kit de embreagem, ela exige menos paradas de serviço e contribui para reduzir em cerca de 70% o custo de manutenção do sistema de transmissão.

Em pleno 2023 e muita gente segue duvidando da capacidade de uma caixa automática, por medo de ser mais frágil. Há razão por isso, fruto de experiências do passado, inclusive da própria Ford e sua Powershift, que colecionou problemas no Brasil. Mas agora é diferente. A marca revela ter feito mais de 6 milhões de km de testes e, para ter ideia, o período de troca de óleo da transmissão é a cada 240 mil quilômetros.

Versões e equipamentos

A Transit Automática vem em diferentes versões, incluindo minibus com capacidade para 15 ou 18 ocupantes e vidrada, e furgão longo com teto alto (L3H3) com espaço de 12,4 m3. Com sua transmissão de dez marchas, equipada com conversor de torque. Além disso, ela possui sistema start-stop e três modos de condução exclusivos da categoria, juntamente com tração traseira.

A transmissão automática tem uma programação adaptativa em tempo real que escolhe a melhor marcha para otimizar o desempenho e economia. Associada ao motor 2.0 EcoBlue, produzido no Reino Unido. Tem potência de 165 cv (@ 3.500 rpm) e torque de 39,7 kgfm (@ 1.750–2.750 rpm), com turbo de geometria variável e baixo atrito. A correia é do tipo banhada em óleo reduz o desgaste e o ruído.

A Transit Automática vem equipada de fábrica controle eletrônico de estabilidade e prevenção de capotamento, controle adaptativo de carga, sistema de estabilização em ventos laterais e assistente de partida em rampas (conhecido como Sistema AdvanceTrac).

Também possui um computador de bordo com tela de 2,3 polegadas, sistema multimídia SYNC Move com tela de 8 polegadas, suporte para Android Auto e Apple CarPlay, além de uma câmera de ré com sensores de estacionamento.

A versão minibus é a única da categoria com assistência autônoma de frenagem com detecção de pedestres, assistente de permanência em faixa, piloto automático adaptativo, estribo lateral elétrico e cintos de segurança de três pontos em todos os bancos de série. Os dois produtos chegam junto com a estratégiaFord Pro para atender clientes comerciais.

Ao volante

Uma informação interessante sobre a nova Ford Transit Automática é que a versão Furgão pode ser operada por motorista com CNH categoria B, mais simples de obter. Isso facilita tanto para alguém que deseje virar transportador autônomo ou para o empresário achar um motorista. Já as versões Minibus demandam categoria D, devido ao número de passageiros.

Eu dirigi a nova Ford Transit Furgão teto alto da sede marca, no Jardim Olímpia em São Paulo, até a cidade de Vinhedo. O teste drive foi rápido e não supera a experiência de quem está no dia-a-dia das entregas e logística, mas deu para conferir como a nova transmissão automática pode ser uma grande aliada.

O veículo possui teto alto e surpreende pela capacidade de carga: 14,3 mil litros. É preciso atenção nas manobras na altura do modelo, desviando de árvores ou outros obstáculos. Logo após sair do meio do bairro, tomei a Marginal Pinheiros.

Foram alguns quilômetros com trânsito engarrafado típico de São Paulo. Nesse momento, o câmbio automático mostra seu valor! No arranca e para, o recurso é muito aliado do motorista. Passado esse trecho, com pista mais livre, deu para explorar um pouco mais do motor.

A van estiva bem com o 2.0 de 165 cavalos e mostra-se bem ágil, claro apenas com duas pessoas à bordo, mas a impressão é que repetirá com carga completa. São tantas marchas que mal se percebe as trocas. Na estrada, pegou logo a décima dando um overdrive, o que melhora o consumo. Há opção do modo Manual, com trocas apenas na alavanca.

A impressão é que está num veículo de passeio, sobretudo com a facilidade de usar a caixa automática. O computador de bordo acusou 8 km/l, mas não tomei as médias com exatidão. Certamente o consumo é maior do que a versão manual, mas com trocas mais eficientes, certamente o módulo eletrônico consegue extrair mais do motor do que eu!

Tabela de Preços Ford Transit Automática

ModeloPreço
Minibus VidradaR$ 298.200,00
Minibus 14+1R$ 336.500,00
Minibus 17 + 1R$ 358.900,00
Furgão Van (L3H3)R$ 274.500,00