brazino777 - Chinesa BYD negocia compra de mina de lítio em Minas Gerais

0

Sigma Lithium possui ativos em Minas Gerais e entra na mira de compra da BYD. Marca chinesa vai produzir carros elétricos no Brasil em 2024

BYD Seal EV: lítio é fundamental para baterias de elétricos
BYD Seal EV: lítio é fundamental para baterias de elétricos

A marca chinesa Build Your Dreams (BYD) tem planos ambiciosos para comprar uma mineradora de lítio no Brasil. A informação ocorre em meio à corrida global para garantir matérias-primas para a revolução dos veículos elétricos (EVs). A empresa na mira é a Sigma Lithium, avaliada em US$ 2,9 bilhões.

LEIA:
Dono protesta com Volvo XC40 queimado na porta da concessionária
GWM Haval H6 vende mais que Corolla Cross em maio
VÍDEO | Nissan Sentra 2023 Exclusive ganha pelo design e conforto
Jeep Renegade é investigado pelo MP por grave defeito
Novo carro popular: Governo reduz imposto para modelos até R$ 120 mil

A Sigma é registrada no Canadá, mas seus ativos estão no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais: produz um dos elementos mais importantes para as baterias de carros elétricos. As principais nações produtoras de lítio em 2022 foram Austrália, Chile, China e Argentina, seguidas pelo Brasil, segundo a Statista.

A empresa Possui ações listadas na Nasdaq, mas tem sofrido revés financeiro. As ações caíram cerca de um terço nos últimos seis meses, refletindo a acentuada queda nos preços do lítio, que levantou preocupações sobre excesso de oferta. O conselho da Sigma está conduzindo uma revisão estratégica que pode resultar na venda do negócio ou listagem em outra bolsa de valores.

Nessegap que entra a BYD. Segundo reportagem do Financial Times, a empresa chinesa está negociando a compra. O conselheiro da marca, Alexandre Baldy, revelou que a chinesa já fez reuniões e estuda possível acordo de fornecimento, joint venture ou aquisição.

“Diferentes aspectos estão sendo discutidos sobre fornecimento, uma joint venture, uma aquisição… nada é concreto”, acrescentou Baldy. Ele mencionou um encontro com a CEO da Sigma, Ana Cabral Gardner, em São Paulo no mês passado, mas não forneceu mais detalhes devido a um acordo de confidencialidade. A Sigma se recusou a comentar.

Os planos da BYD no Brasil coincidem com a expansão global de empresas chinesas de veículos elétricos e energia renovável. A fabricante, sediada em Shenzhen, também planeja construir uma fábrica de EVs na Hungria e está em negociações para uma planta no México. Neste 2024, deve começar a produzir carros elétricos no Brasil, um investimento de cerca de R$ 3 bilhões.